Encontro no Parque Barigui 10/05/2014

Neste mês de Maio, o Grupo Nevoeiro fará outro encontro no Parque Barigui, em Curitiba.

Data – 10 de Maio de 2014 – De 18h00 até 20h00

Venha olhar a lua e mais alguns objetos do nosso céu.  Colocaremos vários telescópios para que todos possam olhar e admirar o  estrelado céu.

Objetos como: Jupiter, Saturno, Marte e a Lua

DSC05926

Foto de encontro anterior do Grupo Nevoeiro no Barigui

Local – Parque Barigui
Perto da ponte de madeira da pista de cooper, e aparelhos de ginástica popular.)


Exibir mapa ampliado

Exibir mapa ampliado

Mapinha de como chegar pelo Google Maps

 

Vai caminhando pela pista de Cooper, logo voce encontrará nosso Banner e os telescópios, não tem como errar 🙂

*Considerando as previsões de tempo o evento está confirmado.

 

Aniversário Grupo Nevoeiro – 7 anos

Fevereiro é o mês de aniversário do Nevoeiro e neste ano o grupo soprou as velinhas pela 7ª vez. Para comemorar os sete anos de amizade, companheirismo e troca de experiências, o pessoal se reuniu para queimar um carvão e fazer umas linguiças assadas.

Como não poderia deixar de ser, rolou muitas risadas e conversas sobre os mais variados assuntos, mas sempre tendo a astronomia no meio. A noite estava bem chuvosa e, já que não deu para tirar os telescópios para fora, ficamos no quentinho da churrasqueira testando novos equipamentos, apreciando livros e revistas e fuçando nas câmeras fotográficas. O Fernando aproveitou os momentos em que a galera estava mais distraída para tirar umas fotos. Além, é claro, do registro com todos os que estava presentes.

12643255104_6d6e5628e2_b

Luiz ao fundo: “juro pra vocês, era desse tamanho o peixe!”

12643254904_3568f9f251_b

12643254544_b1979775f2_b

12643254464_3957969622_b

12643254094_a030cbb8a7_b

12642894403_b53ac7be03_b

12642767255_42009ab893_b

 Falando em câmeras, o Alfonso tirou proveito do empréstimo temporário de algumas lentes para testar e registrar os amigos do Nevoeiro. Confira abaixo algumas imagens.

12627167714_392b73a835_o (2)

12626686575_9d79e24650_o

12626673465_6236090229_o

12626644215_c9f68b0e7c_o

12627278924_ddb723cc5c_o

12627278504_e2a4275024_o

12627278344_fbc62f720e_o

12627276544_53d6b0c917_o

12627275954_bc0408c7ac_o

12627275684_d69bf7062c_o

12627274454_329650e730_o

12626956073_7a9ded6441_o

12626953463_5d4bd9188b_o

12626950863_f0b645549f_o

12626829885_ca3c6b2f8f_o

12626828405_b670f03225_o

12626827985_bc01c7908a_o

12626825965_e10a582e87_o

12626825755_840c5cef48_o

12626825325_589245920f_o

12626824535_ef3c299442_o

12626824275_a82d5bdc08_o

12626823995_497c4a8886_o

A noite de comemoração conseguiu reunir cerca 18 pessoas, incluindo vários “novatos”, que puderam sentir um pouquinho da animação que é quando os amigos da astronomia se juntam para conversar.

C/2012 S1 ISON – A Saga ISON – ISOFF

O dia de hoje, 28 de novembro de 2013, foi de grande expectativa para os astrônomos do mundo todo, pois marcou o periélio do cometa ISON. Isso significa que às 18h43 UT desse dia, o chamado “cometa do século” esteve em seu ponto mais próximo ao Sol.

A expectativa dos astrônomos em validar suas teorias sobres os cometas (explode? Sobrevive? Por quê?) fizeram os principais fóruns sobre o assunto baterem recorde de mensagem/hora, além de tornar o acesso às imagens da sonda SOHO um verdadeiro milagre.

A NASA fez um hangout com 2 horas de duração para tentar mostrar “ao vivo” o registro do ISON feito pelas sondas SDO.

A saga ISON e ISOFF (obrigada pela piadinha Glauco)  foi acompanhada e discutida por diversos membros do Nevoeiro. Veja abaixo um pouco do que aconteceu.

ISON – Todo mundo vendo o cometa se aproximando do Sol com brilho e força consideráveis. Alguns canais chegaram a dizer que era possível visualizar o ISON a olho nu.

ISOFF – A morte foi declarada em diversos momentos para o cometa, principalmente depois que a imagem abaixo foi divulgada.

ISON_C2_2

2013 November 28 @ 17:36 UT
Aqui a foto mostra uma CAUDA sem COMA, ou seja, o núcleo do cometa não existira mais.

http://www.alpo-astronomy.org/cometblog/?p=148

ISON – O cometa volta a dar o ar da sua graça. A foto de 29-Novembro mostra que uma grande quantidade de material resistiu e não sublimou como foi noticiado.

latest

2013 November 29 @ 09:11 UT

Veja a saga completa do ISON em diversos ângulos nas imagens abaixo.

-clique na imagem para ver a animação-

Visão do C2 da SOHO
lasco-ison

Visão do COR2 da STEREO
S2MEa15

Visão do C3 da SOHO
ISONC3latest

sol_azul_grande

O texto a seguir foi retirado e traduzido da lista de discussão comets-ml, do Yahoo! Groups, e descreve a opinião do Carl Hergenrother sobre o que pode ter acontecido com o ISON.

O que pode estar ocorrendo:

1) O núcleo do ISON fragmentou em vários pedaços menores. É essa nuvem de mini-núcleos que continua a sublimar . Ao invés de um coma condensado agora temos um coma prolongado difusa que deve continua a espalhar-se e desaparecer. Os mini-núcleos individuais vão se separar ( devido à pressão da radiação solar e ventos solares ). Isto é o que ocorreu com outros cometas desintegrados como C/1999 S4 ( LINEAR ) C/2010 X1 e ( Elenin ). O rompimento não significa que o cometa desaparece instantaneamente, como os mini-núcleos pode durar alguns dias ou semanas após a fragmentação . De certa forma, o cometa parece apenas desmoronar. Com base nas imagens SOHO que eu vi esse é o meu palpite para o que está acontecendo com ISON .

2) Grande parte do coma ISON consistiu em pequenas partículas de poeira que foram vaporizados pelo calor intenso do sol. Vimos algo semelhante com C/2011 W3 ( Lovejoy ) como apontado por Joe Marcus, Zdenek Sekanina e Paul Chodas em seus artigos sobre o assunto . Se este é o caso com ISON , deve sumir a medida que se afasta do sol.

John Bortle mencionou o caso de Seki-Lines em 1962. Como ISON , uma dinâmica nova cometa que se aproximaram centésimos de UA do sol e apesar de terem sido brilhante antes e depois do periélio, não foi observado no momento do periélio. Era quase como se o cometa fosse desligado próximo periélio. Talvez fosse a vaporização do seu coma poeira pelo intenso calor solar ou qualquer outra coisa, mas um segundo exemplo de cometa, o Lovejoy, parecia desaparecer próximo periélio só para voltar forte depois.

Se tivermos sorte, o núcleo permanece em uma única peça para refazer a coma e cauda mais substancial.

– Carl Hergenrother

O cometa em si não se apresentou como o “GRANDE COMETA DO SÉCULO”. Repare no tamanho do ISON (no centro) em comparação com o C/2006 P1 McNaught (à esquerda) na figura abaixo.

comparacao

O site Apollo 11 também acompanhou o “cometa do século” e registrou os diversos momentos ISON e ISOFF. Clique aqui para acessar a matéria.

Como o ISON foi imprevisível em diversos momentos da sua trajetória até aqui, agora o jeito é esperar e ver como o cometa (ou o que sobrou dele) irá se comportar.

Eclipse do Sol – 03/Nov

A informações abaixo são do site Climatologia Geográfica.

Eclipse Solar total ocorrerá no dia 03 de Novembro de 2013

Eclipse Solar
Dia 03 /11 ocorrerá um Eclipse total do Sol.

O fenômeno irá ocorrer em 3 de novembro de 2013. Será visível com totalidade no norte do Oceano Atlântico a leste de Flórida, Gabão e na África, ao sul de Costa do Marfim e Gana, com o máximo de 1 minuto e 39 segundos. Também será visível em parte da Região Norte e em todo território do Nordeste do Brasil. Será visível, também em parte, em toda a extensão dos restantes países de língua oficial portuguesa inclusive na região Sul do Brasil, à exceção de Timor-Leste. […]

Para saber mais informações a respeito do fenômeno, acesse a página original da notícia clicando aqui.

Workshop – Setembro de 2013

Quem disse que com chuva não tem astronomia? No sábado, dia 21 de setembro, o grupo Nevoeiro se reuniu para um workshop. A ideia era reunir a maior quantidade de novatos do grupo e bater um papo sobre assuntos relacionados à astronomia.

Mesmo com a chuva, o local com churrasqueira quase ficou pequeno para as cerca de 20 pessoas que comparecerem ao evento.

IMG_3003 copy

IMG_3004 copy

IMG_3007 copy

IMG_3008 copy

Os temas abordados no workshop foram:

Reginaldo

  • Perspectivas para o cometa ISON, como observar;
  • Empilhamento de fotos com o DSS e o RotAndStack.

Fernando

  • Alinhamento Polar da montagem equatorial;
  • Alinhamento por deriva;
  • Localização do polo sul celeste;
  • Astrofotografia.

Marcelo Martins

  • Uso do Telescópio Newtoniano;
  • Buscadora: para o que serve essa lunetinha?;
  • Como se localizar no céu;
  • Como usar uma mapa celeste;
  • Qual o melhor telescópio para meu uso?

A chuva acabou atrapalhando a ideia de colocar na prática o que foi falado na teoria, mas mesmo assim, com o Stellarium e alguns instrumentos, foi possível explicar um pouco sobre esse hobbie tão gratificante que é a astronomia.

IMG_3014 copy

IMG_3016 copy

IMG_3017 copy

IMG_3011 copy

No meio de toda essa conversa sobre astronomia, teve também muita risada e uma comida deliciosa patrocinada pelos amigos Odilon e Samuel. O papo encerrou já perto da meia-noite, com muita chuva para deixar a ida para casa mais emocionante.

Esperamos que os “novatos” tenham gostado do workshop. A ideia era ajudar um pouco nesse início cheio de dúvidas e estimular os iniciantes para que eles não desistam dessa área pelas dificuldades enfrentadas no começo.

IMG_3019 copy

2013-09-21 17.42.42

IMG_3002 copy

Conversa rolando perto da churrasqueira.

Conversa rolando perto da churrasqueira.

Agora é só esperar o tempo melhorar para sairmos a campo e ver na prática o que foi comentado no workshop.

*Crédito das fotos: Fernando Lopes.