21.06.14 Observação – São Luís do Purunã

Na noite do dia 12, sábdo, estava me preparando para fazer algumas astrofotos. Cheguei tarde no campo, 19h00 e logo comecei a montar o equipamento. Após meia hora fiz um lanche e fui fazer o alinhamento pela estrela artificial. Terminado o alinhamento busquei M65 do outro lado e o telescópio chegou bem próximo, com a ocular de 21 mm enquadrando o objeto. Daí fui buscando algumas estrelas e objetos perto da Cabeleira de Berenice onde queria fazer algumas astrofotos. Fiz a verificação de alinhamento com M99 e M64. Nisto apareceu um casal com lanternas fortes e deitou uns 30m adiante. Discutiam as constelações de Leão, Virgem, Libra e Escorpião, sem laser, e sem qualquer instrumento. Lembrei das sessões com o Marcelo e Elaine fazendo o mesmo e identificando cada uma das Constelações; então não resisti, peguei um laser e fui lá papear. O casal era simpático, quase de minha idade, Marcus e Liz, e não conheciam o laser verde. Então mostrei com o laser Ômega do Centauro e a Caixa de Jóias, pedindo em seguida que olhassem om o binóculos.
РDefinitivamente a gente ṇo estava vendo nada.
Mais uma olhada em Carinae e convidei eles para olhar pelo telescópio, que assustou eles pelo tamanho.
Viram o tripleto em Leão, Sombreiro ao lado do Corvo, e como discutiam com entusiasmo fiquei animado.
– Vocês começaram pelas fumacinhas, o mais difícil, e estão sendo promissores. (Muitos não se empolgam).
Então fui para a Caixa de Jóias, Ômega do Centauro, Tweezzers e Centaurus A antes de mostrar Eta Carinae em grande campo e Wishing Wheel. Voltei em Eta Carinae e fui aumentando para revelar detalhes da Key Hole Dark Nebula e do Homúnculo.
A noite foi passando rapidamente, sem humidade, sem vento, com excelente contraste e seeing. Depois fomos para a região do Escorpião e Sagitário próximo ao Centro Galático. Ptolomeu, Lagoa, Trifídia, Omega (Swan), M16 (sem graça).
Mostrei Saturno, e fui até M57 para mostrar uma nebulosa planetária, enquanto Júpiter saia de trás das árvores, para fechar com ele e Io saindo de uma ocultação. Encerramos meia noite pelo cansaço.
Terminei a noite desmontando o equipamento para o retorno, satisfeito por ter aberto mão de uma monótona sessão de registros fotográficos e optado por uma animada astronomia na calçada e eles certamente entusiasmados com a experiência de observar 19 objetos de diversos tipos. Planetas, Galáxias, Nebulosas de Emissão, Nebulosas Escuras, Aglomerados Abertos e Globulares, e uma Nebulosa Planetária.
Foi uma noite excelente em todos os aspectos.

No domingo o céu com muitas nuvens não colaborou, mas na segunda surgiu outra oportunidade com Lua favorável e decidi aproveitar para fazer aquelas fotos que deixei de fazer no sábado, o que foi uma decisão acertada em ambos os dias.

Final de dia
Lua se pondo.
NGC:4192 M98 GALXY RA:12h14 DEC:14°54′ m:11 COM
NGC:4254 M99* GALXY RA:12h19 DEC:14°25′ m:10.4 COM
NGC 5236 M83 GALXY RA:13h37 DEC:-29°52′ m:7.54 Southern Pinwheel / Seashell HYA

CONJUNÇÃO VÊNUS E PLÊIADES EM 2,3 E 4 DE ABRIL DE 2020

Eu registrei um evento astronômico meio raro, demora 8 anos para acontecer novamente , que é uma conjunção do planeta vênus com as Plêiades, asterismo de estrelas azuis, muito bonito, conhecido também como as 7 irmãs , e oficialmente parte do catálogo M45.

Usando as palavras de um blog: “Devido aos períodos orbitais da Terra e Vênus, essas conjunções ocorrem em ciclos de oito anos, a cada dois anos bissextos no início de abril. A última vez que esse evento ocorreu foi em 3 de abril de 2012 e acontecerá novamente apenas em 3 de abril de 2028” (https://starwalk.space/pt/news/april-2020-venus-pleiades-conjunction)

A foto abaixo tirei no dia 03/04/2020 19:57hs com V̻nus dentro do asterismo das Pl̻iades. Esse ̩ o lado Noroeste, no por do sol. Foto: ISO 6400, Canon 3Ti, focal 75mm, 1.6s exposic̣o, F5.6 РMatinhos/PR

Pelo  stellarium , estava assim no dia:

Eclipse Anular – 26/02/2017

Como falado anteriormente aqui no blog, dia 26/02/2017 aconteceu o eclipse anular do Sol. Em Curitiba, o Domingo de Carnaval amanheceu com o tempo aberto, com algumas nuvens pintando o céu aqui e ali. Uma verdadeira alegria para os astrônomos de plantão, principalmente depois da noite chuvosa que antecedeu o tão aguardado eclipse.

O Nevoeiro não fez nenhum encontro público para a observação do eclipse, mas os membros se empenharam e enfrentaram o Sol forte para registrar o evento. O Marcelo Martins fez um relato bem divertido e interessante em seu blog pessoal. Você pode conferir o texto na íntegra clicando aqui.

Confira abaixo algumas imagens feitas pelos amigos do Nevoeiro.

Marcelo Martins

Elaine Martins

Leandro Egídio

LRM_EXPORT_20170227_155956
Fernando Augusto Lopes

O Fernando foi até a praça do Japão e fez uma projeção do Sol utilizando um espelho. Ideia genial, de uma pessoa genial. =D

Vítor

Vítor Ramon

Screenshot_20170303-162356

ECLIPSE ANULAR DO SOL 26/02/2017

Eclipse anular do sol no domingo de Carnaval de 2017 e será visível como anular somente numa pequena área do Chile e da Argentina. alem do Oceano Atlântico e na Africa.

No Brasil o eclipse será visível como parcial.

Em Curitiba inicia as 09:54 da manha com seu máximo as 11:20 com quase 43% do sol

Em Porto Alegre o máximo é as 11:11 com 56%

E em Palmas -TO 11:45 com 4% encoberto

Diagrama de como é um eclipse anular….

Espacio Profundo

Animação mostrando a sombra usando horario em UT.

Fonte:

https://eclipse.gsfc.nasa.gov/SEgoogle/SEgoogle2001/SE2017Feb26Agoogle.html

http://www.espacioprofundo.com.ar/articulos.html/astronomia/sistema-solar/%C2%BFcomo-se-produce-un-eclipse-de-sol-r316/

http://www2.uol.com.br/sciam/noticias/eclipse_parcial_do_sol.html

Eclipse Anular del Sol- Alineamiento Sol, Tierra Luna, Venus, Pleyades, SOl de la galaxia